[Análise/NES] Kid Icarus

Ir em baixo

[Análise/NES] Kid Icarus Empty [Análise/NES] Kid Icarus

Mensagem por Hayt em Sab Ago 03 2013, 18:34

[Análise/NES] Kid Icarus Icarustitle
KID ICARUS
LANÇAMENTO: 1986 (Famicom Disk System) 1987 (NES)
PRODUTORA: Nintendo

Kid Icarus (光神话, lit. “Mito da Luz”, no Japão) foi um jogo plataforma/ação lançado em 1986 pela Nintendo para o Famicom Disk System e em 1987 para o NES. É o primeiro jogo da franquia Kid Icarus, que possui sequências no Game Boy e no Nintendo 3DS, contudo falaremos aqui apenas do primeiro jogo.

[Análise/NES] Kid Icarus KidIcarusNES
Capa Americana do Jogo, com aquela padrão pixelizado dos primeiros jogos a serem lançados nos EUA.

A história do jogo passa em Angel Land, que é composta por três mundos divididos verticalmente - Underworld, o mundo das trevas; Overworld, o mundo dos mortais e Skyworld, o mundo dos anjos. Angel Land era governado por duas entidades, Palutena – a Deusa da Luz, e Medusa – a Deusa das Trevas. Ao passo que Palutena ajudava aos humanos, Medusa menosprezava os mortais e os transformavam em pedra. Como punição, Palutena transformou Medusa em um mostro e a baniu para o Underworld.

[Análise/NES] Kid Icarus Inv2
Essa é vilã do jogo - Medusa! Nota do Hayt: Pode ficar ai, sem se mover na batalha contra Medusa. Você não é atingido. Hahahahaha

Desejando vingança, Medusa reúne um forte exército de monstros e ataca o Skyworld, aprisionando Palutena e roubando os três tesouros sagrados. A última esperança é Pit, um jovem anjo (que não sabe voar...), que se encontra aprisionado no Underworld (ninguém sabe por que diabos ele estaria ali...). Munida de suas últimas forças, Palutena liberta Pit e lhe entrega o Arco mágico. E assim começa uma nova aventura, onde Pit deverá resgatar os três tesouros sagrados para salvar Palutena das forças de Medusa.

[Análise/NES] Kid Icarus 3graveyard
O quê!?!? Crucifixos em jogos da Nintendo? Pode isso Arnaldo (provavelmente não viram isso)

O estilo predominante no jogo é Plataforma/Ação, com algumas fases correndo no sentido horizontal e outras verticalmente. Contudo vários itens de RPG podem ser encontrados: como lojas onde podem ser comprados itens e as famosas fases, onde a tela fica fixa em apenas um local do estágio, e o caminho até o final você mesmo deve descobrir.

[Análise/NES] Kid Icarus 1snakes
Atire em tudo que se meche! Só que vá devagar, se não é caixão...

O jogo possui quatro mundos: Underworld, Overworld, Skyworld e a própria batalha conta Medusa. Com exceção do último mundo, que conta apenas com uma estágio, todos os outros possuem quatro estágios, onde o último é o combate com o chefe. Os mundos Underworld e Skyworld correm Verticalmente, ao passo que o Overworld corre horizontalmente. Na batalha conta Medusa, o estilo de jogo muda para um Shmup.

[Análise/NES] Kid Icarus 1fallingrokman
Overworld é o único mundo que corre horizontalmente. Nota: O tom de azul desse céu é horrível

Diferentemente de Ghouls 'n Ghosts, aqui possuímos basicamente o Arco e Flecha como nossa única arma. Contudo, de acordo com o passar do jogo existem power-ups para o conjunto, que além de incrementar a força do ataque, também melhoram o alcance.

[Análise/NES] Kid Icarus Kid_Icarus_Room_Powerup
Passa o Power-up Veio!

Os gráficos do jogo estão relativamente bons, contudo são extremamente simples. Os inimigos são pequenos e alguns chefes estão muito mal desenhados. A animação está fraca: nenhum sprite possui mais do que dois quadros para animação. O background do jogo é praticamente inexistente, com exceção dos últimos estágios, onde está relativamente bonito. Por fim, existe alguns slowdowns, mas nada que atrapalhe muito o jogo.


[Análise/NES] Kid Icarus 3grimreaper
Viu esse inimigo. Prepare-se para um show de Slowdowns...

O áudio contém músicas simplesmente clássicas. Contudo elas se repetem em ciclo durante muito tempo. Por exemplo, durante todo Underworld, com exceção do último estágio, a música é sempre a mesma. Você poderá até achá-la legal, contudo certamente enjoará fácil e terá vontade de baixar o volume da sua televisão.


Tanananana Pipipi Tananana! Música mó legal, hein Arnaldo!

Em relação a jogabilidade, é certamente o principal defeito do jogo. Apesar dos comandos serem bastante simples, eles são um pouco duros, mas nada muito sério. Além disso o fato que o direcional para baixo faz com que Pit “ultrapasse” algumas plataformas é simplesmente de mal gosto. Em muitos casos, ao tentar desviar de um golpe de um inimigo, pressiona-se, por reação natural, o direcional para baixo, fazendo com que Pit caia. O problema reside nas fases que correm Verticalmente: a tela não rola no sentido contrário, e ao atingir a porção inferior do ecrã, você simplesmente morre e volta ao início do estágio. Para piorar, no último estágio, quando o jogo muda para um estilo de Shotter (algo parecido com Lords of Thunder) o controle de Pit é simplesmente horrível: o movimento do personagem é estranho e lento.


[Análise/NES] Kid Icarus 3purpleblocks
Plataformas Pequenas Pulos Imprecisos = Mortes

Apesar de sua lista um pouco grande de defeitos, Kid Icarus possui uma enorme qualidade: o jogo é extremamente divertido, e em alguns momentos, chega ser cômico, como por exemplo, quando você é transformado em uma berinjela. A dificuldade do jogo é média: nada que boas horas de jogo e decorar donde vem os inimigos não resolvam. Para facilitar os continues são infinitos. O fator de replay, apesar de ser baixo, pouco prejudica na diversão do jogo (até por que você gastará algum tempo para zerá-ló).


[Análise/NES] Kid Icarus Forteggplants
Sai de Mim seus malditos!

Kid Icarus é daqueles jogos que poderiam ter se tornando um clássico caso a Nintendo tivesse trabalhado melhor nele, ou tivesse dado continuações ao jogo em períodos mais curtos de tempo. É uma franquia em potencial, que no NES, não demostrou para que veio. O jogo original não pode ser considerado ótimo, mas sim, apenas bom. Se você tiver algum tempo sobrando e claro, um pouco de paciência, a jogatina desse jogo valerá a pena.

NOTA FINAL: 6,2

Abaixo estou postando um vídeo donde passo do primeiro estágio do jogo:


Hayt
Hayt
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Posts Posts : 3300
Karma Karma : 164

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Análise/NES] Kid Icarus Empty Re: [Análise/NES] Kid Icarus

Mensagem por darkkong em Sab Ago 03 2013, 19:14

Acho que tenho esse jogo no 3ds, muito bom e também bem difícil ate.
darkkong
darkkong
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Posts Posts : 5453
Karma Karma : 80

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Análise/NES] Kid Icarus Empty Re: [Análise/NES] Kid Icarus

Mensagem por ViTh em Sab Ago 03 2013, 19:18

Mais um dos jogos que o Nintendinho trouxe para nós.
ViTh
ViTh
Moderador Nv.3
Moderador Nv.3

Posts Posts : 3750
Karma Karma : 206

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Análise/NES] Kid Icarus Empty Re: [Análise/NES] Kid Icarus

Mensagem por Nigri 1000 em Sab Ago 03 2013, 19:38

Meu amigo tem no 3DS, diz ele ser mt bom Very Happy
Nigri 1000
Nigri 1000
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Posts Posts : 3712
Karma Karma : 66

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Análise/NES] Kid Icarus Empty Re: [Análise/NES] Kid Icarus

Mensagem por Hayt em Sab Ago 03 2013, 19:59

Kid Icarus é um jogo bom, porém a versão original de NES tem uma jogabilidade péssima. É como eu disse: o jogo tinha muito potencial, mas a Nintendo preferiu jogar para o lado. Estranho, o jogo vendeu até bem no Japão e nas Americas
Hayt
Hayt
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Posts Posts : 3300
Karma Karma : 164

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Análise/NES] Kid Icarus Empty Re: [Análise/NES] Kid Icarus

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum