[Análise] Outrun

Ir em baixo

[Análise] Outrun Empty [Análise] Outrun

Mensagem por Hayt em Sab Jun 15 2013, 18:55

[Análise] Outrun Et6napxkr2gudbps9p67

Outrun é um jogo de corrida lançado em 1986 pela SEGA para os fliperamas e portado para o Sega Master System em 1987 e para o Sega Mega Drive em 1991. Falaremos aqui da versão de Sega Master System.


[Análise] Outrun 8n3hqw7b27vlv6z9ieqr

Diferentemente de outros jogos de corrida, onde você deve ultrapassar seus oponentes a fim de chegar a primeiro lugar, em Outrun o principal objetivo é atingir os Checkpoints em um tempo pré-determinado.

[Análise] Outrun Grzijrq265gdkh8ei5ig
Diferentemente da maioria dos jogos de corrida, em Outrun o objetivo é diferente.

A pista onde você corre possui inicio e fim. Em alguns momentos ocorre uma bifurcação, onde o jogador deve escolher que caminho deve seguir. Dependendo de sua escolha sua tarefa pode ser facilitada ou dificultada. Em uma característica incomum na sua época, Outrun possui vários finais, dependendo do caminho que você escolheu. Mesmo assim, o jogo possui um apelo comum, não chamando muito a atenção do público.


[Análise] Outrun Lezirqdospde8qxloiw0

Lançado no inicio da vida do Master System, os gráficos de Outrun realmente impressionam. Além de serem bem coloridos, eles são bem detalhados, com sprites bem grandes e diversificados.

Os backgrounds são simples, contudo respeitam o limite técnico do Master System. Os efeitos de passagem de cenários, apesar de simples, são admiráveis em um jogo para plataforma caseira lançado em 1987.

[Análise] Outrun Eg3hu0g00k5mqaiqueiu
A animação e os gráficos realmente estam muito bem feitos para os padrões da época.

A animação do jogo está bem trabalhada, principalmente para um jogo da época. A sensação de velocidade do jogo é bem fraca, e na maioria das vezes, aparenta ser nula. Outro problema é que em várias vezes, os cenários se repetem o que pode ser um pouco incomodo. Por fim, o jogo corre sem quedas de quadro, o que melhora um pouco a sua fluidez.


[Análise] Outrun 3fw62wfwfaj4ximp88jv

A trilha sonora da versão de fliperama de Outrun é considerada clássica. A versão caseira segue a mesma receita: apesar do fraco chip sonoro do Master System, as músicas são as mesmas e mantém um bom nível de qualidade. Ao todo, possui apenas três músicas, mas como se trata de um jogo curto, elas nunca enjoam.



A trilha sonora é simplesmente épica. Sem dúvidas segue o bom padrão da SEGA

Os efeitos sonoros, contudo não seguem a essa regra. Basicamente os únicos efeitos sonoros existentes são o de derrapagem e das batidas. Isso mesmo: não existe o efeito de aceleração do motor, o que atrapalha principalmente para saber qual deve ser o momento certo para se engatar uma marcha. Dessa forma, a única solução restante é olhar para o conta-giros, presente na parte superior da tela, o que pode tirar um pouco a atenção da pista, ocasionando alguns “acidentes”.


[Análise] Outrun D88jetx64evikff3pffl

A jogabilidade de Outrun é simples, porem bem eficiente. O botão 1 acelera, ao passo que o botão 2 freia. Os direcionais para esquerda e direita controlam ao carro e os direcionais para cima e para baixo alternam a marcha.

[Análise] Outrun Hztf7skfkyhzav85hr8l

A movimentação do carro é bem fluida e fácil de fazer. Os comandos respondem bem rápido, contudo nota-se um certo atraso na aceleração quando se quer sair da inércia. Por fim, ela é bem no estilo de fliperama, e não busca a realidade, mas sim a diversão, o que agradou a grande maioria do público na época.


[Análise] Outrun Ukzyk1b0xj1m6j1svdy0

Apesar do seu objetivo simples, Outrun propicia uma ótima diversão. É uma boa pedida para um jogo casual. Contudo, não se engane por seu apelo casual: o jogo é bem difícil, o que pode levar algum tempo para dominá-lo por completo.

[Análise] Outrun I97enf6yzgm3w97lixuw
Outrun certamente é um dos jogos mais divertidos de sua época.

O jogo é bem curto, contém ao todo cinco estágios, sendo possível zerar-ló em apenas 6 minutos. Além disso, nota-se a ausência de outro modo de jogo (como por exemplo, competir por um primeiro lugar), o que melhoraria um pouco mais o baixo fator de replay desse jogo.


[Análise] Outrun Dqf7dxm6gz8ia0kze60r

Não há como não recomendar Outrun. O jogo é simplesmente mágico, sendo considerado um dos melhores jogos de 1986 e um dos melhores do Master System. É um clássico absoluto da era dos 8-bits, e devido ao seu enorme sucesso, recebeu uma série de sequências (onde uma foi recentemente lançada para Xbox 360). Apesar de ser um jogo simples, Outrun lembra-nos o que faz um jogo bom: proporcionar uma grande diversão.

[Análise] Outrun 8y7z3sthz971u0075e9i
Um jogo simples e divertido. O que pode ser querer mais?

E vocês, conheciam esse clássico? Já jogaram? Se sim, qual foi sua experiência com esse jogo?
Hayt
Hayt
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Posts Posts : 3300
Karma Karma : 164

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Análise] Outrun Empty Re: [Análise] Outrun

Mensagem por ViTh em Sab Jun 15 2013, 18:57

Que eu me lembre, eu joguei esse jogo, era bem divertido mesmo Very Happy.

Parabens Hayt otima analise, Karmado.
ViTh
ViTh
Moderador Nv.3
Moderador Nv.3

Posts Posts : 3750
Karma Karma : 206

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum